WordPress 3.0 Videos [WordPress TV]

It’s been an exciting week in WordPress news with the launch of WordPress 3.0. I’m sure many of you are just now getting around to upgrading your WordPress blogs to the newest version, making plans to upgrade your site, or even interested in using WordPress for the first time with all the upgrade buzz going around.

I’d like to direct you to some of the videos hosted here on WordPress.tv that contain information on WordPress 3.0 to help you out.

The first place to stop is—of course—the announcement video that went up last week, with a quick overview of the new features and changes in WordPress 3.0. Take a look (if you haven’t already) and learn what’s coming when you click that Upgrade button in your Dashboard.

Next, there are a pair of videos from a recent WordPressNYC meetup: one from Steve Bruner, discussing some of the new customization techniques available in WordPress 3.0 and specifically the new Twenty Ten theme, and another from Boone Gorges about the new Multisite functionality baked in to core WordPress starting with 3.0.

For another take on the changes occurring in WordPress 3.0, Jane Wells’ keynote from Orange County WordCamp covers some of the changes made in 3.0 from another perspective—but also includes some notes on how you can get involved contributing to the greater WordPress project, and the goals of the new WordPress Foundation.

Lastly, if you’d like a peek into the future of WordPress, as mentioned in the announcement video, Matt Mullenweg‘s keynote from WordCamp San Francisco on the State of the Word is a great look at where WordPress is now and where it’s headed.

Notice something missing? We’re in need of tutorial screencasts for WordPress 3.0 to help users new to WordPress or new to the features in 3.0 learn how to use them. If you’ve created a screencast to help users of WordPress 3.0, or are thinking about doing so, please contact us here at WordPress.tv! We’d be very happy to look at your tutorial and consider it for publication here on WordPress.tv with the best of the best.

Enjoy WordPress 3.0!

It’s been an exciting week in WordPress news with the launch of WordPress 3.0. I’m sure many of you are just now getting around to upgrading your WordPress blogs to the newest version, making plans to upgrade your site, or even interested in using WordPress for the first time with all the upgrade buzz going …

Anúncios

Como solicitar imagem destacada como padrão? [Tudo para WordPress]

Muitos temas de WordPress, sobretudo páginas iniciais e de arquivos/categorias, são altamente dependentes de imagens destacadas para apresentarem uma interface atrativa Se você tem um tema assim, ou desenvolveu para um cliente que é assim, então você não pode permitir que sua postagem ou a de seu cliente fiquem sem imagem destacada, ou com uma imagem dizendo ‘Sem imagem destacada’.

Tenho um site assim, o GugaAlves.net, um blog pessoal que tem tais características, e cansei de esquecer de colocar uma imagem destacada e só notar depois. Por este motivo, trago uma solução para tal problema 🙂

Passo 1 – Criando a função

Adicione o script abaixo em seu arquivo functions.php


add_action( 'pre_post_update', 'request_featured_post' );

function request_featured_post($post_ID) {
$post = get_post($post_ID);
$request_publish_test = isset($_REQUEST['publish']);
$request_under_status_test = isset($_REQUEST['_status']) && $_REQUEST['_status'] == 'publish';
if ( $post->post_type == 'post'
&&( $request_publish_test || $request_under_status_test )
&& !has_post_thumbnail($post_ID) ) {
wp_die( 'Você não pode publicar um post sem imagem destacada!' );
}
}

add_action( 'admin_enqueue_scripts', 'rfi_admin_js' );
function rfi_admin_js($hook) {
if( $hook != 'post.php' && $hook != 'post-new.php' )
return;
wp_register_script( 'rfi-admin-js', get_template_directory_uri().'/js/publish_featured_post.js''), array('jquery'));
wp_enqueue_script( 'rfi-admin-js' );
}

Passo 2 – Criando o arquivo javascript

Crie um arquivo chamado publish_featured_post.js e salve na pasta js em seu tema, com o conteúdo abaixo (se não tiver tal pasta, pode criar sem problemas.


jQuery(document).ready(function($) {

if ($('body').find("#nofeature-message").length===0) {
$('h2').after('<div id="nofeature-message"></div>');
}

if ($('body').find("#categorydiv").length===1) {
setInterval(detectWarnFeaturedImage, 5000);
detectWarnFeaturedImage();
}

function detectWarnFeaturedImage() {
if( $('#postimagediv').find('img').length===0 ) {
$('#nofeature-message').addClass("error").html('<p><strong>Este post está sem nenhuma imagem destacada.</strong> Por favor, adicione uma para poder publicar seu post.</p>');
$('#publish').attr('disabled','disabled');
} else {
$('#nofeature-message').remove();
$('#publish').removeAttr('disabled');
}
}

});

Como solicitar imagem destacada como padrão? Post originalmente publicado no Tudo Para WordPress por Guga Alves

Post originalmente publicado no Tudo Para WordPress por Guga Alves

Akismet celebra seus 100 bilhões de spams bloqueados [Tudo para WordPress]

No dia 29 de outubro de 2013, o plugin Akismet, mais popular plugin anti-spam do WordPress, comemorou a marca de mais de 100 bilhões de spams bloqueados Nem todos estes spams tem origem a partir de sites movidos a WordPress. Graças a uma série de bibliotecas e uma API, o Akismet pode ser usado em diferentes sistemas de gerenciamento de conteúdo, bem como outros serviços.

contador akismet

Compartilhe quanto spams o Akismet bloqueou em seu site

Se você utiliza o JetPack, plugin da Automattic, você pode coocar um widget do Akismet em sua barra lateral. Vá em Aparência -> Widgets e localize o Widget ‘Akismet’. Não há opções configuráveis, já que a única coisa que ele faz é mostrar às pessoas que visitam seu site quantos spams foram bloqueados.

akismet widget

Akismet celebra seus 100 bilhões de spams bloqueados Post originalmente publicado no Tudo Para WordPress por Guga Alves

Post originalmente publicado no Tudo Para WordPress por Guga Alves

Planejando seu calendário editorial no WordPress [Tudo para WordPress]

Retomando a um ritmo maior de postagens aqui no TudoParaWordPress, dediquei um dos dias do final de semana passado a organização de todo conteúdo que tenho que escrever Pesquisas de conteúdo foram feitas, leitura de notícias oficiais do WordPress, tweets da equipe oficial de desenvolvimento do CMS, e uma grande gama de assuntos foi definida para ser postada a cada semana.

Para complementar esta organização, busquei por um plugin que me permitisse visualizar os posts do site no formato de calendário, criando um calendário editorial que facilitasse toda organização de datas e assuntos postados, tendo sempre uma nova matéria a ser escrita salva nos rascunhos. Encontrei o plugin Editorial Calendar, com a estrutura exata que buscava

Editorial Calendar

Você tem a possibilidade de mudar a interface. Por exemplo, você pode ocultar rascunhos não agendados, mostrar ou ocultar o autor do post, fazer uma edição rápida do post, e configurar quantas semanas aparecem na exibição de uma vez, para preencher bem a sua tela.

Para aqueles que realmente gostam de planejar com antecedência, você pode navegar pelo calendário, por meses anteriores ou posteriores ao atual, da forma que você quiser. E com suporte a Custom Post Types!

O Editorial Calendar é uma excelente ferramenta para quem gosta de planejar com antecedência, e para aqueles que estão gerindo blogs com muitos autores.

Planejando seu calendário editorial no WordPress Post originalmente publicado no Tudo Para WordPress por Guga Alves

Post originalmente publicado no Tudo Para WordPress por Guga Alves

Configurar SMOF Theme Options [Escola WordPress]

Configurar SMOF Theme Options

Desenvolver um painel de opções para um tema WordPress custa tempo e dinheiro, existem várias soluções eficazes (frameworks) que nos permitem criar “Theme Options” de extrema qualidade.

A maioria dos temas WordPress vendidos em marketplaces utilizam frameworks para Theme Options. Hoje vamos falar sobre o SMOF, um dos mais poderosos painéis de opções modular para temas.

Para que você consiga dominar este tutorial deverá possuir conhecimentos mínimos de HTML, PHP e WordPress.

Smof Theme Options

Como instalar o SMOF Theme Options

Instalar o Theme Options é uma tarefa incrivelmente simples, comece por baixar o arquivo .ZIP do GitHub e descompacte no seu ambiente de trabalho.

Directório do SMOF

1º Passo de instalação

Copie a pasta “admin” para dentro do seu Tema WordPress (todos os arquivos dentro desta pasta são necessários).

2º Passo de instalação

Copie o código presente no arquivo “functions.php” e cole no final do “functions.php” do seu tema, caso não tenha nenhum arquivo de functions basta copiar e colar o mesmo dentro da pasta do seu tema.


require_once ('admin/index.php');

3º Passo de instalação

Faça o upload de todos os arquivos do tema para a sua instalação WordPress e já conseguirá ver o Theme Options com todas as funcionalidades base pré-configuradas.

O que é o template-debug.php

Trata-se de um modelo de página que permite verificar se as opções do Theme Options estão a funcionar corretamente, basicamente mostra como o array está a ser gerado e que dados estão gravados no mesmo.

Para instalar este modelo de template apenas terá de colocá-lo dentro do seu tema e criar uma página com o modelo “Debug”.

Como alterar campos no Theme Options

Alterar a ordem e os tipos de campos no SMOF é relativamente simples, para darmos início a esta tarefa comece por abrir o seguinte arquivo: admin/functions/functions.options.php

Arquivo functions.options.php

Para modificar os separadores e os campos do Theme Options apenas terá de alterar o array $of_options, ou seja, todas as alterações que você irá fazer será a partir da linha 106 do código.

Compreender os principais campos do Array:

name

É o nome (e na maioria dos casos o título) de cada campo que você definir.

desc

Texto descritivo sobre o campo, à excepção do tipo “info”, o texto irá aparecer no Theme Options à direita do campo.

id

Será através deste ID que irá utilizar os dados guardados no seu tema, deverá ser único, não pode conter espaços e caracteres especiais. (exemplo: “id” => “escolawp_adsense_header”)

std

Valor que o campo irá apresentar por omissão, caso pretenda que esteja vazio apenas terá de colocá-lo sem qualquer valor. (exemplo: “std” => “75″)

type

É o tipo de campo que o array irá gerar no Theme Options (exemplo: info, upload, slider, spinner, switch, text, sorter, typography, images, textarea …)

Criar um separador novo

Para criar um separador novo deverá começar por definir um novo item de array do tipo “heading”:


$of_options[] = array(
"name" => "Home Settings",
"type" => "heading"
);

Para adicionar campos a um determinado separador, apenas terá de garantir que os mesmos ficam por baixo da declaração do “heading” e pela ordem pretendida. Abaixo seguem alguns dos campos mais importantes:

Caixa informativa:


$of_options[] = array(
"name" => "Hello there!",
"desc" => "",
"id" => "introduction",
"std" => "

Welcome to the options of the Krava WordPress Theme


",
"icon" => true,
"type" => "info"
);

Color Picker:


$of_options[] = array(
"name" => "Body Background Color",
"desc" => "Pick a background color for the theme (default: #fff).",
"id" => "body_background",
"std" => "",
"type" => "color"
);

Caixa de Texto:


$of_options[] = array(
"name" => "Textarea",
"desc" => "Textarea description.",
"id" => "example_textarea",
"std" => "Default Text",
"type" => "textarea"
);

Input de Texto:


$of_options[] = array(
"name" => "Input Text",
"desc" => "A text input field.",
"id" => "test_text",
"std" => "Default Value",
"type" => "text"
);

Slideshow com Drag and Drop:


$of_options[] = array(
"name" => "Slider Options",
"desc" => "Unlimited slider with drag and drop sortings.",
"id" => "pingu_slider",
"std" => "",
"type" => "slider"
);

Switch:


$of_options[] = array(
"name" => "Switch 3",
"desc" => "Switch with custom labels",
"id" => "switch_ex3",
"std" => 0,
"on" => "Enable",
"off" => "Disable",
"type" => "switch"
);

Existem mais alguns tipos de campos, à medida que vai criando a estrutura do seu Theme Options, irá perceber exatamente aquilo que pretende utilizar. O conselho que lhe dou é testar todos os tipos de campos antes de criar a sua estrutura.

Utilizar dados gravados nos arquivos do tema

Para utilizar os valores guardados nas Opções do Tema, apenas terá de declarar global a variável $data e utilizar os respetivos ID’s dos campos:

Imprimir o valor na tela:


global $data;
echo $data['id_do_campo'];

Exemplo de condição “se”:


global $data;
if($data['id_do_campo'] > 5) {
//Aqui o seu código
}

Conclusão

Como viu, o SMOF é uma framework bastante modular e cheia de opções, para utilizar as funcionalidades básicas deste Theme Options quase não necessita de saber programar, o processo apenas se “complica” caso seja necessário adicionar ou editar tipos de campos já existentes, pois será necessário fazer alterações diretamente no core.

Tem dúvidas ou opiniões sobre este tema? Deixe um comentário que teremos todo o gosto em ajudá-lo(a).

Configurar SMOF Theme Options Configurar SMOF Theme Options Desenvolver um painel de opções para um tema WordPress custa tempo e dinheiro, existem várias soluções eficazes (frameworks) que nos permitem criar “Theme Options” de extrema qualidade. A maioria dos temas WordPress vendidos em marketplaces utilizam frameworks para Theme Options. Hoje vamos falar sobre o SMOF, um dos mais poderosos painéis […]

FuseCoders e os Marketplaces de WordPress [Escola WordPress]

FuseCoders e os Marketplaces de WordPress

Nos dias que correm, milhões de empresas e particulares optam cada vez mais pela compra de produtos nos marketplaces, isto acontece porque por menos de 100 dólares é possível criar um website, uma entidade visual extremamente profissional e ainda têm a vantagem de conseguir suporte ao cliente.

O que é um marketplace?

Um marketplace é uma loja online onde se comercializa um determinado tipo de produto a um “custo reduzido” devido ao elevado número de possíveis clientes, na maioria dos casos estão destinados a negócios B2B (de empresas para empresas) e B2C (de empresas para consumidores).

Atualmente a Envato é detentora do maior marketplace de temas WordPress e templates HTML, conta com cerca de 3 milhões de utilizadores registados, um número que cresce diariamente a uma velocidade impressionante.

A FuseCoders é uma equipa Portuguesa e está presente nos marketplaces

fusecoders

Motivada pela inovação e criação de novos produtos digitais, a FuseCoders surgiu através de dois jovens empreendedores que trabalham a full time na Internet.

Tiago Martins

Com apenas 20 anos de idade já passou por três empresas no ramo digital, neste momento investe todo o seu tempo no desenvolvimento de websites WordPress e estratégias de marketing digital para todos os seus projetos pessoais.

Anthony Vendeirinho

Apaixonado pelo design de interfaces web, aplicações mobile e User Experience, já lançou mais de 30 projetos Web para empresas e particulares. Começou a trabalhar a tempo inteiro na Internet aos 16 anos (atualmente tem 20 anos de idade), o seu objetivo é superar o mercado internacional com produtos únicos e inovadores.

Krava WordPress Theme

Krava Theme

O Krava é um dos últimos produtos lançados pela FuseCoders, trata-se de um WordPress theme que adapta-se a qualquer tipo de negócio, possui um conjunto de opções que permite criar soluções únicas e criativas.

Principais vantagens do Krava

  • Adapta-se a qualquer tipo de projeto Online (Portfólios, Websites institucionais, Blogs criativos…);

  • Orientado e otimizado para SEO (Otimização para os motores de busca);

  • Page Builder com funcionalidade Drag and Drop, o nosso objetivo com a integração desta funcionalidade foi facilitar a criação de páginas únicas e inovadoras sem a utilização excessiva (e díficil) de shortcodes;

  • Theme Options que permite a personalização de vários aspetos do tema (cores, logotipos, tipos de header, etc);

  • Suporte ao cliente com resposta em 24 horas.

Clique aqui para ver tudo sobre o Krava WordPress Theme!

Você também pode ser autor nos marketpaces Envato!

envato

A Envato está preparada para vender quase todo o tipo de produtos digitais, sejam estes templates para websites, logotipos, flyers ou até mesmo introduções para vídeos. Atualmente é constituída por 8 marketplaces, dos quais:

Recentemente também lançaram uma nova plataforma, conhecida por microlancer, o seu objetivo é reunir profissionais das mais diversas áreas para que prestem serviços freelancing para os clientes da Envato.

Seja você um designer, programador, DJ, fotógrafo ou produtor de vídeos, tem aqui uma excelente oportunidade de negócio com cerca de 3 milhões de potenciais clientes. Nos tópicos abaixo irei falar de alguns pontos de extrema importância para que você consiga ser autor nos marketplaces Envato.

Qualidade e criatividade são pontos chave

Devido à elevada concorrência de autores, a Envato está cada vez mais exigente quanto à qualidade e criatividade dos produtos, por tanto não copie trabalhos existentes, opte por estudar o mercado e lance produtos inovadores e criativos.

A programação deve estar organizada e otimizada

Recentemente o Themeforest lançou uma nova lista de Guidelines (http://support.envato.com/index.php?/Knowledgebase/Article/View/472/85/wordpress-theme-submission-requirements) que os temas WordPress devem seguir. Antigamente o fator de peso era o aspeto do produto e não o que estava por detrás dele, porém este ano a Envato tomou a atitude certa e aumentaram o controlo de qualidade de código.

Os PSD’s devem ser extremamente organizados

Muitos produtos PSD de qualidade são “rejeitados” devido a uma má organização de layers e nomes de ficheiros, deverá garantir que os arquivos estão 100% perceptíveis para o seu cliente.

Nunca se esqueça que está a criar um produto para os seus potenciais clientes e não exclusivamente para si.

Crie documentação para os seus produtos.

A documentação é um fator muito importante, uma boa documentação fica registada na página de produto como “Well Documented”, par além da documentação ser um fator de peso na aprovação dos seus produtos, também poderá evitar-lhe horas e horas de suporte aos seus clientes.

Conte com a colaboração da FuseCoders na EscolaWP

A partir de hoje poderá contar com a colaboração da FuseCoders na EscolaWP, iremos lançar artigos semanais e responder a todas as suas dúvidas relativas com programação e WordPress. Fique atento!

Cumprimentos,

Tiago Martins e Anthony Vendeirinho

FuseCoders e os Marketplaces de WordPress FuseCoders e os Marketplaces de WordPress Nos dias que correm, milhões de empresas e particulares optam cada vez mais pela compra de produtos nos marketplaces, isto acontece porque por menos de 100 dólares é possível criar um website, uma entidade visual extremamente profissional e ainda têm a vantagem de conseguir suporte ao cliente. O que […]

10 Truques e dicas para você usar com o WordPress [Escola WordPress]

10 Truques e dicas para você usar com o WordPress

Neste artigo procurei trazer dicas e truque que venho aprendendo como o passar dos anos de utilização dessa fantástica ferramenta de desenvolvimento de site incríveis que é o WordPress. Você vai ver dicas de onde buscar a informação que você precisa e ainda alguns truques que aprendi com outros feras do WordPress pelo mundo.

1 – Utilize os scripts do WordPress Codex

O WordPress já vem com uma tonelada de Scripts inseridos em seu Codex. São várias linhas de códigos construídas em JQuery que você pode usar com funções como wp_enqueue_script () e wp_enqueue_style (), que podem economizar o seu trabalho de customização do seu site WordPress, são opções que podem até mesmo evitar que você instale plugins desnecessariamente.

Você encontrar algumas dicas de funções muito úteis contidas no Codex do WordPress aqui mesmo na Escola WP ou ainda se estiver interessado em aprender mais sobre como usar as funções na página oficial do Codex do WordPress.

Dicas WordPress

2 – Definir a qualidade de imagens JPG

Você pode criar uma função no WordPress para definir um padrão de qualidade para imagens JPEG, que por padrão são niveladas a 90%. Não é possível, para um usuário comum, notar a diferença de 100% até 80%, por isso, aconselho usar o menor valor a fim de conservar o espaço, largura de banda e não prejudicar o carregamento das suas páginas.

Segue abaixo a função para definir a qualidade de imagens JPG no WordPress:


add_filter( 'jpeg_quality', 'wp_jpeg_quality' );

function wp_jpeg_quality() {

return 80;

}

3 – Redirecionamento FeedBurner

FeedBurner é usado em quase todos os blogs como uma ferramenta de complementar na estratégia de fidelização de leitores de conteúdo do seu site. Até pouco tempo eu utilizava um plugin para o redirecionamento dos feed dos sites WordPress para o FeedBurner, até que encontrei o código abaixo para criar uma função simples que realiza essa tarefa com facilidade:


add_action( 'template_redirect' , 'rss_redirect');

function rss_redirect() {

if ( is_feed() AND !preg_match( '/feedburner|feedvalidator/i', $_SERVER['HTTP_USER_AGENT'] ) ){

header( 'Location: http://feeds.feedburner.com/feed_seu_site' );

header( 'HTTP/1.1 302 Temporary Redirect' );

}

}

4 – Adicionar Campos personalizados no perfil dos usuários

O WordPress não possui ainda a funcionalidade de adicionar campos personalizados ao perfil dos seus usuários. Essa tarefa é facilmente resolvida como uma série de plugins, mas também com uma simples função como demostra o código abaixo:


<?php

add_action( 'show_user_profile', 'wp_profile_fields' );

add_action( 'edit_user_profile', 'wp_profile_fields' );

function wp_profile_fields( $user ) {

?>

<h3>Redes Sociais</h3>

<table>

<tr>

<th><label for="twitter">Twitter</label></th>

<td>

<input type="text" name="twitter" id="twitter" value="<?php echo esc_attr( get_the_author_meta( 'twitter', $user->ID ) ); ?>" /><br />

<span>Seu Twitter </span>

</td>

</tr>

<tr>

<th><label for="twitter">Facebook</label></th>

<td>

<input type="text" name="facebook" id="facebook" value="<?php echo esc_attr( get_the_author_meta( 'facebook', $user->ID ) ); ?>" /><br />

<span>Seu Facebook </span>

</td>

</tr>

<tr>

<th><label for="twitter">Linkedin</label></th>

<td>

<input type="text" name="linkedin" id="linkedin" value="<?php echo esc_attr( get_the_author_meta( 'linkedin', $user->ID ) ); ?>" /><br />

<span>Seu Linkedin </span>

</td>

</tr>

</table>

<?php

}

add_action( 'personal_options_update', 'wp_save_profile_fields' );

add_action( 'edit_user_profile_update', 'wp_save_profile_fields' );

function wp_save_profile_fields( $user_id ) {

if ( !current_user_can( 'edit_user', $user_id ) )

return false;

update_user_meta( $user_id, 'twitter', $_POST['twitter'] );

update_user_meta( $user_id, 'facebook', $_POST['facebook'] );

update_user_meta( $user_id, 'linkedin', $_POST['linkedin'] );

}

5 – Adicionar Post Types personalizados em seu feed RSS

Não é raro vermos o uso de Post Types para segmentação de conteúdo de sites WordPress, uma tática excelente por sinal. Porém esse conteúdo não fica disponível para quem assina o Feed do seu site, a função abaixo resolve esse problema:


add_filter('request', 'wp_custom_feed');

function wp_custom_feed( $vars ) {

if ( isset( $vars['feed'] ) ) {

$vars['post_type'] = get_post_types();

}

return $vars;

}

6 – Consultas Personalizadas ao banco de dados

Se você precisa de alguma informação a mais do que aquilo que as funções do WordPress te oferecem você pode usar a classe wpdb para consultar o banco de dados diretamente. Veja como usar a classe no código abaixo:


$recent_users = $wpdb->get_results( "SELECT display_name, user_registered FROM $wpdb->users ORDER BY user_registered DESC LIMIT 0,10" );

7 – Economize recursos Personalizando as revisões do Post

O recurso revisões dos posts criados no WordPress não é muito utilizada pela grande maioria dos usuários. Mas como são criadas entradas no banco de dados e mesmo que estas não sejam usadas elas permanecerão no banco de dados até que se faça uma limpeza no mesmo. Logo se você não usa os recursos das revisões, você pode desativá-lo, ou limitá-lo colocando o seguinte código no seu arquivo wp-config.php.


// Para Remover as Revisões

define( 'WP_POST_REVISIONS', FALSE );

// Para Limitar as Revisões

define( 'WP_POST_REVISIONS', 5 );

8 – Exiba Imagem de Destaque no seu Feed RSS

Se você usa as imagens de Destaque, porque não usar esse recurso para incentivar os leitores de seu Feed a visitarem seu site. Por padrão o WordPress não mostra a imagem em destaque no feed RSS, para mudarmos isso usaremos código abaixo:


add_filter('the_content_feed', 'rss_post_thumbnail');
function rss_post_thumbnail($content) {
global $post;
if( has_post_thumbnail($post->ID) )
$content = '<p>' . get_the_post_thumbnail($post->ID, 'thumbnail') . '</p>' . $content;
return $content;
}

Como você pode ver, o código permite que além de inserir a imagem, você pode personalizar seu feed, inserindo mais códigos HTML.

9 – Conteúdo exclusivo para leitores do seu Feed RSS

Você pode exibir conteúdo exclusivo para os assinantes de seu feed RSS como uma estratégia de aumentar seus leitores ou ainda exibir anúncios direcionados para esse público do seu site, como por exemplo, você poderia oferecer uma isca digital, ou brindes disponíveis apenas para eles.

Para tal vamos criar um código para gerar um novo shortcode com o código abaixo:


add_shortcode( 'feedonly', 'wp_feedonly' );
function wp_feedonly( $atts, $content = null ) {
if( is_feed() ) return '<p>' . $content . '</p>';
else return;
}

10 – Exibir conteúdo apenas para usuários logados

Da mesma forma que a última dica, você pode mostrar um determinado conteúdo apenas para usuários registrados e conectados ao seu site. O código abaixo cria um novo shortcode para que você oculte o conteúdo de usuários que não estão conectados ao seu site:


add_shortcode( 'loggedin', 'wp_loggedin' );
function wp_loggedin( $atts, $content = null ) {
if( is_user_logged_in() ) return '<p>' . $content . '</p>';
else return;
}

Conclusão

Existem muitas outras dicas e truques que tentarei trazer aqui para o EscolaWP. Compartilhe você também o que você faz com o seu WordPress, se você tem alguma dica ou truque que use com o WordPress, compartilhe aqui nos comentários para que todos nós possamos aprender mais.

Abraços!

10 Truques e dicas para você usar com o WordPress 10 Truques e dicas para você usar com o WordPress Neste artigo procurei trazer dicas e truque que venho aprendendo como o passar dos anos de utilização dessa fantástica ferramenta de desenvolvimento de site incríveis que é o WordPress. Você vai ver dicas de onde buscar a informação que você precisa e ainda alguns truques […]